poemas do sim e do não

R$35,00

  • Título: Poemas do sim e do não
  • Autor: Marcia Vinci
  • Capa comum: 104 páginas
  • Editora: paraLeLo13S  (2017)
  • Idioma: Português
  • ISBN-13: 978-85-93407-04-8
  • Dimensões do produto: 18 x 14 cm

 

Descrição

Poemas do sim e do não é o primeiro livro de poemas de Marcia Vinci, que escreve a vida toda e publica agora pela primeira vez com 84 anos. Dividido em quatro partes, Poemas do sim e do não explora a vida com paixão, sagacidade e humanidade. Na primeira parte, Os Idos, os poemas trazem elementos de antepassados, infância, juventude e geografias de memória numa musicalidade acolhedora; a seção Maturar traz uma lírica filosófica impactante, exibindo um humor único e intrigante. Paisagem Urbana leva o leitor no ritmo da caminhada da poeta pela cidade, e O fio e o alinhavo evoca a vida costurada com arte e com amor. A orelha de “Poemas do sim e do não” é assinada pelo músico, compositor e ensaísta José Miguel Wisnik e a quarta capa pela poeta Bruna Beber.

(….) Aqui dentro corre o vento forte de uma vida inteira, que também sabe se soprar, e a cada nova leitura oxigena cores que talvez remetam às cores e movimentos das cortinas, saias, cabelos e músicas de nossos mistérios mais profundos, mas que se revelam em linhas e tintas vívidas, inéditas.”  – Bruna Beber.

Sua poesia é o substrato de uma experiência maturada que ilumina o vivido com um frescor atual.” – José Miguel Wisnik

“A voz da poeta entende que perceber os outros também é se perceber. Por isso, escrever a própria história coloca-a num lugar dinâmico em que ela se torna, de maneira objetiva, espectadora de si.” – Leonardo Gandolfi na Folha de São Paulo

Marcia Vinci nasceu em Poços de Caldas, Minas Gerais, em 1933. Este é o primeiro livro que publica, mas escreve poesia desde muito cedo, sempre enamorada do mistério da palavra. Em 1951, aos 18 anos, mudou-se para São Paulo, atrás do sonho de cursar uma Universidade. Cursou Letras Neolatinas na USP e trabalhou na rede pública de ensino até a aposentadoria, como professora de português e francês. Em 1956 casou-se com Zezé (J.G de Moraes Netto, falecido em 1987), com quem teve seis filhos (três meninos e três meninas), sua razão de viver, juntamente com a poesia. Adora ler, adora cinema e tornou-se uma pessoa melhor depois que teve netos. Trabalhou durante alguns anos na Aliança Francesa de São Paulo e fez vários trabalhos de tradução.

 

 

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “poemas do sim e do não”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *